Principais atracções e actividades em Colmar para uma viagem de três dias: Guia de viagem 2023

Colmar, situada na região da Alsácia, em França, é uma cidade encantadora e histórica com um rico património cultural e muito para oferecer aos visitantes. Desde as suas ruas pitorescas e casas em enxaimel até aos seus museus de classe mundial e belos parques, Colmar é um destino de visita obrigatória para quem explora a região da Alsácia.

Quer estejas interessado em história, arte, comida ou simplesmente em absorver a cultura local, Colmar tem algo para todos. Neste guia, vamos dar uma vista de olhos a algumas das atracções mais populares da cidade, incluindo o seu encantador Bairro da Pequena Veneza, a sua rica cultura vinícola e os seus belos parques e jardins.

Por isso, faz as malas e prepara-te para explorar o encanto de Colmar! Com a sua rica história, arquitetura deslumbrante e cultura vibrante, esta cidade francesa irá certamente cativar a tua imaginação e deixar-te com memórias que durarão uma vida inteira.

Aqui estão alguns lugares que não podes deixar de visitar quando estiveres em Colmar:

  1. Bairro da Pequena Veneza
  2. Museu Unterlinden
  3. Praça dos Dominicanos
  4. Casa Pfister
  5. Igreja de São Martinho
  6. Museu Bartholdi
  7. Parque dos Três Castelos

1. Descobre o encanto da Pequena Veneza

O bairro da Pequena Veneza, também conhecido como Petite Venise, é um bairro pitoresco situado no coração de Colmar, em França. O seu nome deve-se aos canais que atravessam a zona, fazendo lembrar Veneza, em Itália. O bairro é considerado um dos bairros mais encantadores de Colmar e é um destino popular para os visitantes da cidade.

O Bairro da Pequena Veneza remonta ao século XIV, quando era um centro de comércio. Os canais eram originalmente utilizados para transportar mercadorias, e as casas em enxaimel ao longo das margens eram utilizadas como armazéns e oficinas. Com o passar do tempo, o bairro evoluiu para uma área residencial e os canais tornaram-se uma caraterística definidora do carácter e do encanto do bairro.

Atualmente, Little Venice é um destino popular para os turistas, que vêm ver os seus edifícios históricos, cafés e restaurantes encantadores e canais pitorescos. Alguns dos destaques do bairro incluem a Ponte de São Martinho, que oferece uma bela vista dos canais e das casas circundantes, e a Maison Pfister, uma das mais antigas casas em enxaimel de Colmar.

Os visitantes da Pequena Veneza também podem fazer um passeio de barco pelos canais, o que oferece uma perspetiva única sobre o bairro e a sua história. O bairro também alberga várias galerias de arte e lojas, o que o torna um ótimo local para explorar e descobrir a cultura local.

2. O Museu Unterlinden

O Museu Unterlinden é uma das instituições culturais mais importantes da cidade. Instalado num antigo convento dominicano do século XIII, o museu apresenta uma coleção diversificada de arte e artefactos que vão desde a Idade Média até aos dias de hoje. É considerado um dos melhores museus da região da Alsácia e é um destino obrigatório para qualquer pessoa interessada em história, arte e cultura.

O museu foi fundado em 1867 e, desde então, cresceu para incluir mais de 13.000 objectos, incluindo pinturas, esculturas, manuscritos e artefactos arqueológicos. Alguns dos destaques da coleção incluem o Retábulo de Isenheim, uma obra-prima da arte renascentista de Matthias Grünewald, e uma grande coleção de pinturas alsacianas e francesas dos séculos XIX e XX.

O Museu Unterlinden alberga também várias esculturas medievais e renascentistas, bem como uma coleção de artefactos romanos e egípcios antigos. O museu possui ainda uma grande coleção de têxteis e trajes, incluindo uma coleção de trajes tradicionais da Alsácia.

Para além das suas colecções permanentes, o Museu Unterlinden também acolhe regularmente exposições temporárias que mostram as obras de artistas contemporâneos e destacam vários temas de arte, história e cultura.

Os visitantes do museu também podem desfrutar do seu belo cenário, incluindo o seu espaçoso jardim, que proporciona uma fuga pacífica da azáfama da cidade.

3. Visita a Place des Dominicains

A Place des Dominicains é uma praça encantadora situada no coração de Colmar, em França. Rodeada por belos edifícios e repleta de cafés pitorescos, esta praça é um ponto de encontro popular entre os habitantes locais e os turistas.

Uma das principais atracções da Place des Dominicains é a Igreja Dominicana, uma impressionante igreja gótica que data do século XIII. Os visitantes podem admirar os belos vitrais da igreja e a sua impressionante arquitetura em pedra, que apresenta entalhes intrincados e decorações esculturais.

Outro ponto de referência importante na Place des Dominicains é o Museu Unterlinden, uma das principais instituições culturais de Colmar. Este museu, que está instalado num antigo convento dominicano do século XIII, apresenta uma coleção diversificada de arte e artefactos que vão desde a Idade Média até aos dias de hoje.

Para além das suas atracções culturais, a Place des Dominicains é também um local popular para jantar e fazer compras. A praça está rodeada por inúmeros cafés, padarias e restaurantes, muitos dos quais oferecem lugares ao ar livre e uma atmosfera agradável para observar as pessoas.

Os visitantes também podem passear pelas lojas próximas, que oferecem uma grande variedade de produtos, desde lembranças e artesanato local a roupas, jóias e outros acessórios.

colmar carousel 5

4. A Casa Pfister

A Casa Pfister é uma bela casa em enxaimel situada no bairro da Pequena Veneza, em Colmar, França. É considerada um dos exemplos mais pitorescos e bem conservados da arquitetura renascentista da cidade.

Construída no século XVI, a Casa Pfister é um excelente exemplo do estilo de arquitetura tradicional da Alsácia, que apresenta fachadas de enxaimel distintas e entalhes de madeira intrincados. A casa também é conhecida pela sua impressionante fachada multicolorida, que apresenta diferentes tons de rosa, amarelo e azul.

Para além do seu aspeto impressionante, a Casa Pfister tem também um significado histórico. Em tempos, foi a casa de um rico comerciante e, atualmente, funciona como um museu que mostra o modo de vida tradicional em Colmar durante o período do Renascimento. Os visitantes podem explorar o interior restaurado da casa, que apresenta mobiliário e decoração da época, e aprender sobre os costumes e tradições da época.

A Casa Pfister é uma atração popular para os visitantes de Colmar, que vêm admirar a sua bela arquitetura, aprender sobre a história da cidade e absorver a atmosfera encantadora do Bairro da Pequena Veneza. Quer sejas um aficionado da história, um amante da arquitetura ou simplesmente procures um local encantador para explorar, a Casa Pfister merece uma visita.

5. Igreja de São Martinho

A Église Saint-Martin é uma igreja histórica e é considerada um dos edifícios religiosos mais importantes da cidade, sendo amplamente reconhecida pela sua arquitetura gótica e pelos seus belos vitrais.

A igreja foi construída no século XIII e sofreu várias renovações e acrescentos ao longo dos anos. Apesar destas alterações, grande parte da sua arquitetura gótica original foi preservada, tornando-a um exemplo único da arquitetura religiosa medieval. Algumas das suas características notáveis incluem os seus arcos altos e pontiagudos, abóbadas com nervuras e intrincados entalhes em pedra.

O interior da Église Saint-Martin é igualmente impressionante, com a sua nave lindamente decorada, o seu coro alto e os seus vitrais deslumbrantes. Os vitrais, que datam dos séculos XIV a XX, retratam cenas da Bíblia e são considerados alguns dos melhores exemplos de vitrais em França.

Para além da sua beleza arquitetónica e artística, a Église Saint-Martin tem também uma história rica, tendo servido como um importante centro religioso para o povo de Colmar durante séculos. Atualmente, a igreja está aberta ao público e atrai tanto visitantes religiosos como seculares que vêm admirar a sua beleza e aprender sobre a sua história.

le sixieme reve WVjZp6XZzVE unsplash

6. Explorar o Museu Bartholdi

O Museu Bartholdi é um museu dedicado à vida e à obra do escultor francês Frédéric Auguste Bartholdi. Fica situado em Colmar, França, no coração do bairro histórico da cidade. O museu está instalado num belo edifício de estilo renascentista e exibe uma coleção de esculturas, desenhos, esboços e outras obras de Bartholdi, bem como vários objectos pessoais e documentos relacionados com a sua vida.

Frédéric Auguste Bartholdi é mais conhecido como o criador da Estátua da Liberdade, que se encontra no porto de Nova Iorque e é um dos marcos mais conhecidos dos Estados Unidos. O Museu Bartholdi oferece uma visão aprofundada da sua vida e obra, apresentando algumas das suas esculturas mais famosas, bem como os seus desenhos, esboços e outras obras.

Os visitantes do Museu Bartholdi podem explorar a coleção do museu ao seu próprio ritmo, aprendendo sobre a vida do artista e o seu processo criativo. O museu também oferece um fascinante vislumbre do mundo da escultura e da arte francesa do século XIX, e é uma visita obrigatória para os entusiastas da arte e da história que visitam Colmar.

Quer sejas um fã do trabalho de Frédéric Auguste Bartholdi, ou simplesmente interessado em explorar o mundo da escultura francesa, o Museu Bartholdi é uma experiência envolvente e educativa que não deve ser perdida.

7. Um passeio pelo Parc des Trois-Châteaux

O Parc des Trois-Châteaux, também conhecido como o Parque dos Três Castelos, é um belo parque situado numa colina com vista para a cidade e oferece vistas panorâmicas da área circundante, tornando-o um local popular tanto para os visitantes como para os habitantes locais. O parque tem o nome dos três castelos que se encontram dentro dos seus limites: o Castelo dos Cavaleiros, o Castelo da Ordem Teutónica e o Castelo de Santiago.

O Parc des Trois-Châteaux é um local ideal para passar uma tarde a passear, a fazer piqueniques e a apreciar a beleza do ar livre. O parque possui jardins bem cuidados, um lago e vários trilhos para caminhadas, o que o torna um ótimo local para relaxar e apreciar a natureza. Há também várias áreas de piquenique e bancos em todo o parque, tornando-o um ótimo lugar para parar e desfrutar de uma refeição ou lanche enquanto aprecia a vista.

Para além da sua beleza natural, o Parc des Trois-Châteaux é também o lar de uma série de atracções culturais. Os visitantes podem explorar as ruínas do castelo e aprender sobre a história dos castelos e o seu papel na região. Existem também vários monumentos e esculturas no parque, o que o torna um excelente local para conhecer o rico património cultural de Colmar.

Em geral, o Parc des Trois-Châteaux é um destino de visita obrigatória para quem quer desfrutar da beleza natural de Colmar e explorar o seu rico património cultural. Quer te interesses por história, natureza ou simplesmente procures um lugar tranquilo para relaxar e apreciar as vistas, este parque vai certamente impressionar.

O teu guia para três dias inesquecíveis em Colmar

Para aproveitares ao máximo o teu tempo em Colmar, preparámos um itinerário completo de três dias que te levará numa viagem por esta cidade mágica e te permitirá experimentar tudo o que ela tem para oferecer. Por isso, faz as malas, pega na máquina fotográfica e prepara-te para mergulhar na história e na cultura de Colmar!

Dia 1:

  • Manhã: Começa o teu dia com uma visita ao Museu Unterlinden, que alberga uma rica coleção de arte medieval e renascentista, bem como artefactos locais da região da Alsácia.
  • À tarde: Dá um passeio pela Pequena Veneza, admirando as encantadoras casas em enxaimel, as ruas empedradas e os canais que fazem deste bairro um dos locais mais pitorescos de Colmar.
  • À noite: Termina o teu dia com um jantar num dos restaurantes tradicionais da Alsácia em Colmar, onde poderás provar especialidades locais como a tarte flambée e o choucroute garnie.

Dia 2:

  • Manhã: Visita o Museu Bartholdi, dedicado à vida e obra do famoso escultor alsaciano Frédéric Auguste Bartholdi.
  • À tarde: Dá um passeio no Parc des Trois-Châteaux, um parque tranquilo com um grande lago, vários percursos pedestres e belas vistas da paisagem circundante.
  • À noite: Desfruta de um concerto ou de uma atuação na Église Saint-Martin, uma igreja histórica que agora serve de centro cultural e espaço para eventos.

Dia 3:

  • Manhã: Visita a Casa Pfister, uma casa em enxaimel maravilhosamente restaurada que data do século XVI.
  • À tarde: Explora a Place des Dominicains, uma praça encantadora rodeada de edifícios históricos e onde se encontra um mercado animado e vários restaurantes e cafés.
  • À noite: Termina a tua viagem com uma visita aos mercados de Natal de Colmar, que se realizam em dezembro e são famosos pelo seu ambiente festivo e pelos presentes e artesanato de alta qualidade.

Este itinerário dá-te uma amostra do melhor que Colmar tem para oferecer, incluindo o seu rico património cultural, a encantadora cidade velha e o belo cenário natural. Quer estejas interessado em arte, história ou simplesmente em absorver a atmosfera local, terás certamente um momento memorável nesta cidade encantadora.

Em conclusão, Colmar é uma bela cidade cheia de história, cultura e paisagens de cortar a respiração. Quer estejas interessado em arte, arquitetura ou simplesmente em absorver a atmosfera, Colmar tem algo para oferecer a todos. Com este itinerário de três dias, poderás aproveitar ao máximo o teu tempo e ver algumas das principais atracções e actividades da cidade. Quer sejas um visitante pela primeira vez ou um viajante experiente, Colmar vai certamente deixar-te com memórias inesquecíveis. Por isso, faz as malas e prepara-te para uma viagem por esta encantadora cidade no coração da Alsácia.


GOSTASTE DESTE ARTIGO SOBRE O ITINERÁRIO DE TRÊS DIAS EM COLMAR? COLOCA-O NO PIN!

Se achaste este artigo sobre o itinerário de três dias em Colmar interessante, considera partilhá-lo com os teus amigos. É muito importante para nós 🙂

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Explore more travel tips