Das ruínas romanas às maravilhas modernas: Descobre as maravilhas arquitectónicas de Tarragona

Tarragona e a sua riqueza em maravilhas arquitectónicas…

Situada na costa da Catalunha, em Espanha, Tarragona é uma cidade que se orgulha de possuir um rico património cultural e é o lar de inúmeras maravilhas arquitectónicas. A cidade é conhecida pelas suas impressionantes ruínas romanas, estruturas medievais e maravilhas modernas. Passear por Tarragona é como fazer uma viagem no tempo, com cada canto a oferecer um vislumbre da rica história da cidade. Desde os anfiteatros antigos aos edifícios modernistas, as maravilhas arquitectónicas de Tarragona são um testemunho da diversidade e inovação da cidade. Quer sejas um aficionado da história ou um entusiasta da arquitetura, Tarragona tem algo para todos. Esta cidade não se limita a admirar edifícios antigos, mas também apresenta uma vibrante cena de arquitetura contemporânea. Com uma tal mistura de estilos e influências, Tarragona proporciona uma experiência arquitetónica como nenhuma outra. Nesta publicação do blogue, vamos mergulhar na riqueza das maravilhas arquitectónicas de Tarragona, desde as suas antigas ruínas romanas até aos seus edifícios modernistas, e tudo o que está pelo meio.

E as maravilhas arquitectónicas de Tarragona são…

  1. Anfiteatro romano: Construído no século II, o anfiteatro é uma estrutura romana bem preservada que já foi palco de competições de gladiadores.
  2. Circo Romano: Construído no século I, o Circo Romano era usado para corridas de bigas e é um dos exemplos mais bem preservados de circos romanos no mundo.
  3. Catedral de Tarragona: Um exemplo impressionante da arquitetura gótica e românica, a Catedral de Tarragona foi construída entre os séculos XII e XIV.
  4. Edifícios modernistas: Tarragona é o lar de muitos edifícios modernistas que foram construídos no início do século XX, incluindo a Casa Navas e o Mercat Central.
  5. A Pont del Diable: Esta é uma ponte medieval que remonta ao século XII e atravessa o rio Gaià.
  6. A muralha romana: A cidade é cercada por uma muralha romana bem preservada que foi construída no século III.
  7. A Varanda do Mediterrâneo: Uma estrutura de estilo modernista que oferece vistas deslumbrantes sobre o Mar Mediterrâneo.

1. Anfiteatro romano

alexander london 3t9ZgLNeJWQ unsplash scaled

O Anfiteatro Romano é um dos locais históricos mais importantes de Tarragona, em Espanha. Construído no século II, o anfiteatro é uma estrutura romana bem preservada que outrora acolheu competições de gladiadores. Acredita-se que tenha sido o local de muitas batalhas espectaculares e sangrentas entre gladiadores, animais selvagens e até prisioneiros. O anfiteatro podia acolher até 14.000 pessoas e foi utilizado para entretenimento durante mais de 200 anos.

A estrutura foi abandonada no século V e caiu em desuso até ser redescoberta no século XIX. Atualmente, o anfiteatro é uma atração turística popular e uma visita obrigatória para os amantes da história. Os visitantes podem explorar os túneis subterrâneos que eram utilizados para transportar animais e lutadores, bem como os restos das áreas de assentos e da arena.

O Anfiteatro Romano é um impressionante feito de engenharia e um testemunho do poder e influência do Império Romano. É um testemunho vivo das brutais competições de gladiadores que se realizavam nos tempos antigos e uma lembrança do rico património cultural da cidade. Se estiveres de visita a Tarragona, não deixes de acrescentar o Anfiteatro Romano à tua lista de locais de visita obrigatória.

2. Circo romano

O Circo Romano de Tarragona é uma das maravilhas arquitectónicas mais impressionantes da cidade. Construído no século I, era utilizado para corridas de bigas e outros tipos de entretenimento para o povo de Tarraco, o antigo nome romano de Tarragona. O circo foi um dos maiores e mais importantes edifícios do Império Romano e é considerado um dos exemplos mais bem conservados de circos romanos no mundo.

O circo é uma estrutura de forma oval que mede 325 metros de comprimento e 115 metros de largura. Os lugares estavam divididos em diferentes secções com base no estatuto social, sendo os melhores lugares reservados para as pessoas mais importantes da cidade. O circo podia acomodar até 30.000 pessoas, o que o tornava um dos maiores locais de entretenimento do mundo antigo.

Hoje em dia, os visitantes de Tarragona ainda podem ver os restos do Circo Romano, incluindo os portões de partida, a coluna central e partes da área de assentos. Uma visita ao Circo Romano é obrigatória para qualquer pessoa interessada na história romana ou na arquitetura antiga. O local está aberto ao público e os visitantes podem fazer uma visita guiada para saber mais sobre a história da estrutura e a sua importância nos tempos antigos.

3. Catedral de Tarragona

alex folguera 9W 2FlDoK s unsplash scaled

A Catedral de Tarragona, também conhecida como a Catedral de Santa Maria, é um dos marcos mais emblemáticos da cidade. Construída entre os séculos XII e XIV, a catedral é um exemplo impressionante da arquitetura gótica e românica. A catedral foi construída no local de um antigo templo romano, e diz-se que as pedras do templo foram usadas para construir a catedral.

A fachada da catedral está adornada com esculturas intrincadas e apresenta uma bela rosácea que é a maior da Catalunha. O interior da catedral é igualmente impressionante, com tectos abobadados, vitrais e capelas ornamentadas. Uma das características mais impressionantes da catedral é o altar-mor, que é uma obra-prima da arte renascentista.

A catedral também alberga um museu que contém uma coleção de arte religiosa e artefactos. A peça mais importante do museu é uma bela custódia de ouro e prata que data do século XIV.

A Catedral de Tarragona não é apenas uma bela estrutura, mas também um local de significado histórico e cultural. Tem servido como local de culto durante mais de 800 anos e é um símbolo do rico património religioso da cidade. Uma visita a Tarragona não está completa sem uma visita a esta magnífica catedral.

4. Edifícios modernistas

Tarragona é conhecida pelo seu rico património cultural e história diversificada, que se reflecte na sua impressionante arquitetura. No início do século XX, Tarragona viveu um período de arquitetura modernista que viu a construção de muitos edifícios únicos e impressionantes. Este movimento arquitetónico foi influenciado pelo modernismo catalão e pela Arte Nova, e procurou criar edifícios que fossem funcionais, bonitos e inovadores.

Alguns dos edifícios modernistas mais notáveis de Tarragona incluem a Casa Navas e o Mercat Central. A Casa Navas foi desenhada por Lluis Domenech i Montaner, um dos principais arquitectos modernistas da Catalunha. O edifício é conhecido pela sua fachada intrincada, com esculturas ornamentadas e vitrais. O Mercat Central, projetado por Josep Maria Pujol de Barbera, é um grande mercado coberto que apresenta um deslumbrante telhado de vidro e intrincados trabalhos em ferro.

Outros edifícios modernistas notáveis em Tarragona incluem a Casa Canals, que foi projectada por Pere Caselles i Tarrats, e a Casa Salas, que foi projectada por Ramon Salas i Ricomà. Ambos os edifícios apresentam fachadas complexas e pormenores ornamentados que são característicos do estilo modernista.

Para além destes edifícios, existem muitas outras estruturas modernistas que podem ser encontradas em Tarragona, cada uma com o seu estilo e design únicos. Os edifícios modernistas de Tarragona são um testemunho do espírito inovador e do rico património cultural da cidade, e proporcionam um fascinante vislumbre da história da arquitetura na Catalunha.

5. A Pont del Diable

A Pont del Diable, também conhecida como a Ponte do Diabo, é uma ponte medieval que atravessa o rio Gaià em Tarragona, Espanha. A ponte data do século XII e foi construída pelos mouros durante a sua ocupação da região. A ponte é feita de pedra e tem três arcos que são suportados por pilares. Os arcos são de tamanhos diferentes, com o maior no meio e os dois mais pequenos de cada lado. A ponte foi concebida para resistir à força do rio durante a época das chuvas, e tem-no feito há mais de 800 anos.

O nome “Ponte do Diabo” vem de uma lenda que diz que a ponte foi construída com a ajuda do diabo. Segundo a lenda, o diabo concordou em ajudar a construir a ponte em troca da alma da primeira pessoa que a atravessasse. Os habitantes locais foram mais espertos do que o diabo, mandando um cão atravessar a ponte primeiro, e o diabo ficou de mãos vazias.

Atualmente, a Pont del Diable é uma atração turística popular e Património Mundial da UNESCO. É também um local popular para fotógrafos e caminhantes que vêm admirar a sua impressionante arquitetura e a beleza natural circundante.

6. A muralha romana

A Muralha Romana em Tarragona é uma das maravilhas arquitectónicas mais impressionantes da cidade. A muralha foi construída no século III como uma estrutura defensiva para proteger a cidade dos invasores. A muralha é feita de grandes blocos de pedra e estende-se ao longo de 4 quilómetros, rodeando a cidade velha e oferecendo aos visitantes um vislumbre da rica história da cidade.

A muralha está bem preservada e foi objeto de numerosas restaurações ao longo dos séculos. Os visitantes ainda podem ver os portões e torres originais que eram usados para controlar o acesso à cidade. A muralha é um testemunho da herança romana da cidade e serve como uma lembrança da importância de Tarragona como um local estratégico durante os tempos antigos.

Atualmente, os visitantes podem caminhar ao longo do topo da muralha, que oferece vistas deslumbrantes sobre a cidade e o Mar Mediterrâneo. A muralha é também um local popular entre os habitantes locais e os turistas para desfrutarem de um passeio descontraído, apreciarem a bela paisagem e tirarem algumas fotografias inesquecíveis.

Esta é uma atração imperdível para quem visita Tarragona. A muralha serve como uma lembrança da rica história da cidade e é um belo exemplo de engenharia e arquitetura romana que resistiu ao teste do tempo.

7. A Varanda do Mediterrâneo

A Varanda do Mediterrâneo é uma estrutura de estilo modernista que oferece vistas deslumbrantes sobre o Mar Mediterrâneo em Tarragona. Projetado por Ramon Salas e construído em 1929, este edifício icónico está localizado no Passeig de les Palmeres, um dos passeios mais bonitos da cidade. A Varanda do Mediterrâneo é um símbolo da arquitetura modernista de Tarragona, que surgiu no início do século XX.

O desenho do edifício apresenta uma estrutura semicircular com uma cúpula central que se assemelha a uma coroa. A cúpula é sustentada por seis colunas, que representam as seis civilizações antigas que habitaram a região mediterrânica. O edifício está adornado com pormenores intrincados, incluindo mosaicos, esculturas e ferragens ornamentadas.

A partir da Varanda do Mediterrâneo, os visitantes podem desfrutar de vistas panorâmicas sobre o Mar Mediterrâneo e a costa circundante. Num dia claro, podes até ver as montanhas de Maiorca ao longe. O edifício alberga também um restaurante, o que o torna um destino popular para turistas e habitantes locais.

A Varanda do Mediterrâneo é uma atração imperdível para os entusiastas da arquitetura e para qualquer pessoa que queira apreciar as vistas deslumbrantes do Mar Mediterrâneo. É um símbolo do rico património cultural de Tarragona e um testemunho da inovação e criatividade da cidade.

Dica extra: Visita autoguiada a pé

O passeio é concebido para todas as idades, é uma forma interactiva e envolvente de descobrir a história, a cultura e as jóias escondidas de Tarragona. Vais aprender factos fascinantes sobre a cidade, resolver enigmas e, acima de tudo, divertir-te muito! Este passeio é perfeito para famílias, amigos e viajantes individuais que querem explorar a cidade de uma forma única e emocionante.

Ao longo do passeio, vais explorar a cidade velha de Tarragona. Descobrirás alguns dos marcos mais emblemáticos do bairro, como a Plaça dels Sedassos, a Catedral de Tarragona, o Balcón del Mediterráneo, os Porches de la calle Mercería.

Mas o passeio não é apenas um passeio turístico, enquanto percorres as ruas, vais resolver enigmas e responder a perguntas que te levarão a descobrir jóias escondidas.

O passeio é autoguiado, por isso podes começar e terminar ao teu próprio ritmo, e também podes fazer as pausas que quiseres. A visita foi concebida para ser concluída em cerca de 2 horas, mas podes levar o tempo que quiseres para a terminar.


GOSTASTE DESTE ARTIGO SOBRE TARRAGONA? PINTA-O!

Se achaste este artigo interessante, por favor considera partilhá-lo com os teus amigos. Para nós será muito importante 🙂

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Explore more travel tips