Budapeste no inverno: O que ver e fazer

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Índice

Esta publicação no blogue sobre Budapeste no inverno revela a cativante atmosfera invernal da cidade e os seus cenários pitorescos. Guia-te pelas melhores actividades de inverno, como patinar no gelo no Parque da Cidade e relaxar nos banhos termais. Explora também o encanto dos mercados de Natal de Budapeste e a riqueza da cozinha húngara de inverno. Além disso, o post apresenta uma forma interessante de descobrir a cidade com os Tourgames do Explorial, que combinam passeios turísticos com diversão interactiva. O guia tem como objetivo oferecer uma visão abrangente das experiências de inverno em Budapeste.

inverno em Budapeste

Budapest during winter: What to see and do

O inverno em Budapeste é caracterizado por um clima frio e frequentemente com neve, criando uma paisagem deslumbrante e coberta de neve que realça o encanto da cidade. A arquitetura de Budapeste, incluindo os seus edifícios históricos e pontes, adquire uma nova beleza sob um manto de neve, tornando-a um cenário pitoresco para as actividades de inverno. Aconselha-se os visitantes a vestirem-se bem, em camadas, e a usarem botas confortáveis e resistentes para circularem pelas ruas e desfrutarem de actividades ao ar livre. Esta estação oferece uma forma única de experimentar a beleza da cidade, com a neve a acrescentar um toque sereno e encantador à sua já impressionante arquitetura e vistas panorâmicas.

Principais actividades de inverno

1. Patinagem no gelo na pista de gelo do Parque da Cidade

Budapest during winter: What to see and do

A pista de gelo do Parque da Cidade em Budapeste é uma das atracções de inverno mais emblemáticas da cidade. Aberto de finais de outubro a finais de fevereiro, oferece uma grande pista ao ar livre que agrada a principiantes e patinadores experientes. O ringue fica maravilhosamente iluminado à noite, criando uma atmosfera encantadora. Não se trata apenas de patinagem; o parque e o castelo circundantes proporcionam um cenário cénico para um passeio ou fotografia. Os serviços de aluguer de patins estão disponíveis no local e existem instalações para refeições ligeiras, o que torna a experiência conveniente e agradável para todos os visitantes.

2. Castelo de Vajdahunyad

O Castelo de Vajdahunyad, em Budapeste, é um marco histórico e arquitetónico notável que oferece aos visitantes uma experiência única. Construído originalmente em 1896 para as celebrações do milénio da Hungria, o castelo é um pastiche de fantasia que mostra a evolução arquitetónica ao longo dos séculos e estilos na Hungria, do românico e gótico ao renascentista e barroco. Situa-se no Parque da Cidade, junto ao lago de barcos e ao ringue de patinagem, o que contribui para o seu ambiente pitoresco.

Budapest during winter: What to see and do

O castelo não é apenas uma maravilha arquitetónica, mas também um centro cultural, sendo palco de vários festivais, concertos e exposições do Museu Agrícola Húngaro. O famoso arquiteto Ignac Alpar começou a desenhar a estrutura em 1896 e a sua conclusão ocorreu em 1908. Originalmente concebida como uma exposição temporária feita de madeira e cartão, a sua popularidade levou a uma reconstrução com materiais permanentes.

Os visitantes do Castelo de Vajdahunyad podem explorar diferentes secções arquitectónicas, cada uma representando um período distinto. A secção românica reflecte a famosa abadia beneditina do século XIII em Jak, conhecida pela sua impressionante arquitetura românica. A ala gótica é uma réplica do Castelo de Vajdahunyad, na Transilvânia, Roménia, e presta homenagem a Janos Hunyadi, um nobre húngaro. A secção renascentista apresenta elementos do início do Renascimento e um pátio gótico, enquanto a secção barroca exibe decorações ornamentadas e grandeza.

O pátio do castelo está aberto 24 horas por dia e é de entrada livre, proporcionando uma oportunidade para admirar o exterior do castelo. No interior do castelo, que alberga o Museu da Agricultura, a entrada é paga. A partir da última atualização, o preço de entrada no Museu para adultos é de 2.500 HUF (aproximadamente 4 dólares) e para estudantes/seniores é de 1.200 HUF (aproximadamente 2 dólares). Há também um bilhete adicional opcional para a Torre do Portão, ao preço de 400 HUF. O museu abre de terça-feira a domingo, com horários que variam consoante a estação do ano, mas está fechado à segunda-feira.

3. Banhos termais

Budapest during winter: What to see and do

Os banhos termais de Budapeste não são apenas uma parte significativa da cultura da cidade, mas também uma grande atração para os turistas. Aqui tens uma visão detalhada de algumas das termas mais populares:

  1. Termasde Széchenyi: Conhecido como o “Times Square dos banhos termais”, o Széchenyi é um dos maiores da Europa, atraindo cerca de 1,7 milhões de visitantes por ano. Tem 15 piscinas interiores e 3 piscinas exteriores. A experiência de mergulhar na piscina exterior fumegante durante o inverno é particularmente memorável. A entrada para adultos custa cerca de 10.900 HUF ou cerca de 30 euros, e inclui o acesso às piscinas exteriores.
  2. Termasde Gellért: Anexados ao histórico Hotel Gellért, um marco da Art Nouveau de 1918, estes banhos são conhecidos pelas suas decorações interiores ornamentadas e pelas piscinas interiores, ideais para o Instagram, adornadas com cerâmica turquesa. Também têm piscinas termais exteriores que oferecem belas vistas das colinas de Buda e estão abertas durante todo o ano. A entrada para adultos aqui também é de cerca de HUF 10.900 ou € 30.
  3. Banhos de Rudas: Rudas oferece uma mistura única de história e instalações modernas. Os construtores construíram a sua câmara de banho octogonal no século XVI, durante a era otomana. As características notáveis incluem uma banheira de hidromassagem no telhado com vistas deslumbrantes sobre a cidade. A entrada custa cerca de 12 600 HUF ou 35 euros, o que inclui o acesso à banheira de hidromassagem exterior. Os banhos têm dias específicos para homens e mulheres, com acesso misto apenas aos fins-de-semana e às sextas-feiras à tarde.
  4. Banhos de Lukács: Originários do século XII, estes banhos foram comercializados na década de 1880. São populares pelas suas piscinas termais e oferecem vários tratamentos de spa por uma taxa adicional. No inverno, o SPArty desloca-se de Széchenyi para Lukács, com música e efeitos visuais, mas devido a limitações de espaço, só pode acomodar 500 pessoas por semana.
  5. Termasde Veli Bej: Um dos mais antigos banhos de estilo turco em Budapeste, recentemente renovado e localizado perto do Hotel Csaszar Budapest. Possui oito piscinas de diferentes temperaturas, com instruções claras sobre os tempos sugeridos para passar em cada piscina.
  6. Termasde Dandár: Uma opção mais pequena, muitas vezes negligenciada, que oferece um ambiente acolhedor e caseiro com o seu estilo Art Deco. Tem três piscinas interiores e duas exteriores, e um café descontraído onde se pode comer e beber à beira da piscina.
  7. Banhos Király: Perto do Castelo de Buda, estes banhos partilham a mesma fonte de água que os Banhos Lukács. São conhecidos pela sua piscina de vapor sob uma antiga cúpula, proporcionando uma experiência balnear única e relaxante.

Cada um destes banhos tem o seu carácter e história, oferecendo uma gama diversificada de experiências aos visitantes. Para relaxamento, saúde ou experiências únicas, os banhos termais de Budapeste são essenciais para os visitantes que procuram as ofertas por excelência da cidade.

4. Mercados de Natal

20

Visita os Mercados de Natal de Budapeste para conheceres o charme tradicional húngaro, as actividades festivas, as delícias culinárias e uma autêntica experiência de inverno.

  1. Mercado da Praça Vörösmarty: Este é talvez o mercado de Natal mais famoso e localizado no centro de Budapeste. Localizado no coração da cidade, o mercado possui uma atmosfera vibrante, exibindo uma grande variedade de artesanato e deliciosas iguarias húngaras. É famoso pelas suas decorações de Natal europeias feitas à mão, figuras de presépio e artesanato tradicional húngaro, incluindo bordados e cerâmica. A variedade de bancas de comida enche o ar de aromas deliciosos, oferecendo iguarias como canela, castanhas assadas e vinho quente.
  2. Mercado de Natal de Óbuda: Localizado no histórico bairro de Óbuda, este mercado caracteriza-se pelas suas bancas de madeira e ruas de calçada, criando uma atmosfera encantadora do velho mundo. Oferece comidas tradicionais húngaras de Natal, como lángos e kürtőskalács, juntamente com decorações de Natal e artesanato. O mercado também apresenta espectáculos culturais e atracções como concertos e programas para crianças.
  3. Mercado de Natal da Praça Erzsébet: Situado na margem do Danúbio, perto da icónica roda gigante no Distrito V, este mercado não se limita a fazer compras, mas também oferece vistas gloriosas da cidade. A roda gigante oferece uma perspetiva única da baixa de Budapeste, especialmente durante a época natalícia iluminada.
  4. Advento no Parque da Cidade: Este mercado está localizado um pouco mais longe do centro da cidade, no Parque da Cidade, junto à Praça dos Heróis. Dá as boas-vindas aos visitantes com artesanato, comida, bebidas e programas familiares emocionantes, incluindo uma pista de patinagem no gelo. O mercado cria uma atmosfera festiva dentro do popular parque de lazer.
  5. Grande Mercado (Nagy Vásárcsarnok): O maior mercado coberto de Budapeste transforma-se durante o mês de dezembro, oferecendo artesanato sazonal, decorações, comida de rua, snacks húngaros e refeições caseiras. É um excelente local para conheceres a cultura e a gastronomia locais.

5. Viagem pela culinária húngara

A cozinha húngara é conhecida pelos seus sabores ricos e pratos fartos. Os pratos principais incluem o Goulash (um guisado picante e saudável), o Paprikash de galinha (galinha em molho cremoso de paprica) e os Lángos (massa frita com vários toppings). O Great Market Hall em Budapeste, um local privilegiado para experiências culinárias tradicionais húngaras, oferece uma gama diversificada de especialidades locais. Outro excelente lugar para experimentar a cozinha húngara é nos restaurantes tradicionais da cidade, conhecidos como “étkezde”, onde podes desfrutar de autênticas refeições húngaras num ambiente acolhedor e caseiro.

Tourgames do Explorial

Para uma forma interactiva e envolvente de ver Budapeste, os Tourgames da Explorial são a escolha perfeita. Este passeio gamificado combina a emoção de uma caça ao tesouro com conhecimentos históricos, conduzindo os participantes através de puzzles e desafios em marcos importantes. É uma forma inovadora de te ligares à história e ao encanto da cidade.

Conclusão

Budapeste no inverno é uma mistura de experiências encantadoras e descobertas calorosas. Quer seja a deslizar no gelo, a relaxar nos banhos termais ou a desvendar os segredos da cidade através dos Tourgames do Explorial, Budapeste promete uma viagem de inverno repleta de memórias duradouras.


GOSTASTE DESTE ARTIGO SOBRE BUDAPESTE? PINTA-O!

Se achaste este artigo interessante, considera partilhá-lo com os teus amigos. Significará muito para nós! 🙂

Explorar mais dicas de viagem