Bergamo: A joia escondida de Itália que vale a pena explorar

Bergamo travel guide
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Índice

Situada no coração de Itália, Bérgamo é uma beleza intemporal que exala charme, história e fascínio. Se alguma vez pensaste: “Vale a pena visitar Bérgamo?” – a resposta é um retumbante sim. A cidade oferece uma miríade de experiências que fazem com que cada momento valha a pena. E se queres tirar o máximo partido do teu tempo, o nosso guia completo irá responder-te como passar o teu dia em Bérgamo de forma eficiente e memorável.

Porque é que Bérgamo deve estar na tua lista de Itália

1 86

1. Significado histórico: Bérgamo está dividida em duas partes – a Cidade Alta (Città Alta) e a Cidade Baixa (Città Bassa). A Città Alta é uma joia medieval com fortificações preservadas, ruas empedradas e edifícios antigos. Passeia pela Piazza Vecchia para sentires o pulsar da história de Bérgamo.

2. Vistas deslumbrantes: Para aqueles que procuram um panorama digno de Instagram, Bergamo não desilude. Sobe ao topo do Campanone (Torre Civica) e mergulha nas vistas panorâmicas da cidade e dos Alpes distantes.

O que fazer e ver em Bergamo: Um mergulho profundo

Bérgamo é um tesouro de experiências à espera de ser desvendado. Vamos mergulhar nas suas principais atracções e no que cada uma delas oferece:

1. Città Alta (Cidade Alta)

A Città Alta, ou Cidade Alta, é a parte elevada e mais antiga de Bérgamo, situada no topo de uma colina e claramente distinguível das partes mais baixas e modernas da cidade devido à sua elevação e às antigas muralhas venezianas que a rodeiam.

Piazza Vecchia: a joia histórica de Bérgamo
2 1

Situada na Città Alta de Bergamo, a Piazza Vecchia é um testemunho da rica herança renascentista da cidade. Rodeada por maravilhas arquitectónicas como o Palazzo della Ragione e o Campanone, a praça é coroada pela icónica Fonte Contarini. Um nexo animado de história, cultura e vida social, a Piazza Vecchia oferece aos visitantes um instantâneo do encanto intemporal de Bérgamo nos seus caminhos empedrados e ambientes ao ar livre. Uma visita obrigatória para quem está a explorar a cidade.

Basílica de Santa Maria Maggiore: uma obra-prima na Cidade Alta de Bérgamo

A Basílica de Santa Maria Maggiore é um dos marcos mais emblemáticos da Città Alta (Cidade Alta) de Bérgamo. Fundada em 1137, esta igreja não se ergue sobre os alicerces de um edifício religioso mais antigo, como acontece frequentemente, mas foi erigida na sequência de um voto feito durante uma praga.

3 1

Aqui tens alguns dos principais destaques e características:

  1. Fusão arquitetónica: A basílica apresenta uma mistura única de estilos arquitectónicos. Embora a sua fundação seja românica, ao longo dos séculos, numerosas adições e alterações levaram à incorporação de elementos góticos, renascentistas e barrocos.
  2. Interiores opulentos: O interior da igreja contrasta fortemente com o seu exterior algo austero. Tapeçarias luxuosas, intrincadas incrustações de madeira e elaborados trabalhos em estuque adornam as paredes. O teto é especialmente notável, coberto por painéis de madeira ricamente decorados.
  3. Frescos: A basílica alberga uma notável coleção de frescos de várias épocas, oferecendo uma viagem visual através da evolução da arte religiosa da região.
  4. Leões no portal: A entrada principal da basílica é guardada por dois leões de mármore vermelho, uma caraterística típica da arquitetura românica. Têm um significado alegórico e são um dos elementos preferidos de muitos visitantes.
  5. Capela Colleoni: Junto à basílica encontra-se a Capela Colleoni, uma obra-prima renascentista construída como mausoléu para o condottiero Bartolomeo Colleoni. A sua fachada de mármore, adornada com padrões policromos, é um deleite arquitetónico.
  6. Património musical: A basílica é também conhecida pelo seu património musical, com um impressionante conjunto de manuscritos preservados na sua biblioteca e um órgão que atrai músicos de todo o mundo.
Campanone (Torre Cívica): A histórica Torre do Sino de Bergamo

O Campanone, também conhecido como Torre Civica, é uma caraterística distintiva do horizonte de Bérgamo, erguendo-se majestosamente no coração da Città Alta (Cidade Alta). Esta torre, com a sua história e tradições, oferece não só vistas panorâmicas, mas também um mergulho profundo no passado de Bergamo.

Principais destaques:

  1. Proezas arquitectónicas: A torre ergue-se a uma altura impressionante de cerca de 52 metros, tornando-a uma das estruturas mais proeminentes da Città Alta. A sua construção robusta em pedra é um testemunho da arquitetura medieval da época.
  2. Vistas panorâmicas: Os visitantes que sobem o Campanone são recompensados com vistas deslumbrantes da Città Bassa (Cidade Baixa) de Bergamo, das colinas circundantes e, em dias claros, dos distantes picos alpinos. As vistas deslumbrantes dos telhados vermelhos, dos edifícios antigos e das ruelas sinuosas fazem com que a subida valha mesmo a pena.
  3. Importância histórica: O principal objetivo da torre não era apenas servir de vigia, mas também marcar o tempo para os habitantes da cidade. O seu sino, que pode ser ouvido em toda a Città Alta, desempenhou um papel crucial na vida quotidiana dos habitantes de Bergamo.
  4. Toca o sino das 22 horas: Talvez a tradição mais famosa associada ao Campanone seja o toque noturno do seu sino 100 vezes às 22 horas. Este costume remonta aos tempos antigos, quando o toque do sino significava o fecho dos portões da cidade e o início do recolher obrigatório. Até hoje, apesar de o recolher obrigatório já não estar em vigor, o sino continua a tocar, preservando um pedaço da história de Bergamo.
  5. Símbolo cívico: Ao longo dos séculos, a Torre Civica não foi apenas uma estrutura funcional, mas também evoluiu para um símbolo do orgulho cívico e da identidade de Bérgamo.

2. Città Bassa (Cidade Baixa)

Città Bassa, traduzida como “Cidade Baixa”, é a contraparte moderna da histórica Città Alta de Bérgamo. Situada na base da colina sobre a qual se ergue a Città Alta, a Città Bassa expandiu-se e desenvolveu-se ao longo dos séculos, especialmente nos tempos mais recentes, e é hoje o coração urbano e comercial de Bérgamo.

Sentierone: O elegante passeio marítimo de Bérgamo

O Sentierone é uma das zonas mais emblemáticas e vibrantes da Città Bassa (Cidade Baixa) de Bérgamo. Ao longo dos anos, transformou-se num símbolo da vida moderna da cidade, misturando o seu passado histórico com a vitalidade contemporânea.

4 2

Características principais de Sentierone:

  1. Grande Promenade: Traduzindo para “caminho grande”, o Sentierone é um passeio pedestre amplo e elegante. Ladeado por árvores e pavimentado com paralelepípedos, é um local favorito para os habitantes locais e visitantes passearem, relaxarem e observarem as pessoas.
  2. Beleza arquitetónica: Os lados do Sentierone são agraciados com edifícios elegantes que mostram uma mistura de estilos arquitectónicos, desde o neoclássico ao mais moderno. Estas estruturas albergam cafés, lojas, teatros e muito mais.
  3. Centro cultural: Adjacente ao Sentierone encontra-se o Teatro Donizetti, com o nome do famoso compositor de Bergamo, Gaetano Donizetti. A presença deste teatro solidifica a reputação do passeio como um centro de cultura e artes na cidade.
  4. Cafés e esplanadas: O Sentierone está repleto de numerosos cafés e esplanadas, o que o torna um local perfeito para tomar uma chávena de café expresso italiano ou saborear as iguarias locais. À medida que a noite se aproxima, estes estabelecimentos enchem-se de vida, transformando o Sentierone num animado ponto de encontro social.
  5. Epicentro social: Ao longo do ano, o Sentierone é palco de vários eventos, feiras e festivais. Quer se trate de mercados sazonais, concertos ao ar livre ou espectáculos de rua, há sempre algo a acontecer neste passeio dinâmico.
  6. Significado histórico: Embora o Sentierone exale um encanto moderno, está enraizado na história de Bergamo. Historicamente, era um local onde a elite de Bergamo se reunia e socializava, mostrando a sua riqueza. Com o tempo, tornou-se mais inclusivo, reflectindo a evolução do tecido social da cidade.
  • Teatro Donizetti: Com o nome do famoso compositor Gaetano Donizetti, esta casa de ópera é um centro de eventos culturais e espectáculos musicais.
  • Accademia Carrara: Um paraíso para os amantes da arte. Alberga uma coleção de obras de arte renascentistas de mestres como Rafael, Botticelli e Bellini.

3. As muralhas venezianas de Bergamo

5 1

As muralhas venezianas de Bérgamo são uma das características mais marcantes da cidade, pois encerram a sua rica história, as suas proezas arquitectónicas e a influência significativa da República de Veneza durante o seu domínio sobre a região. Aqui tens um olhar detalhado sobre estas muralhas icónicas:

  1. Antecedentes históricos: As muralhas foram construídas durante o século XVI pela República de Veneza para fortificar e defender Bérgamo de potenciais ameaças, especialmente durante o período de conflitos e guerras no Norte de Itália.
  2. Património Mundial da UNESCO: Em 2017, as muralhas venezianas de Bérgamo, juntamente com outras obras defensivas da República de Veneza localizadas em várias partes de Itália e da Croácia, foram coletivamente inscritas como Património Mundial da UNESCO, destacando o seu significado histórico e arquitetónico.
  3. Detalhes arquitectónicos: As muralhas estendem-se por mais de 6 quilómetros, circundando a Città Alta (Cidade Alta). São pontuadas por quatro portas principais (porte) que historicamente serviram como principais pontos de acesso à Città Alta: Porta San Giacomo, Porta Sant’Agostino, Porta Sant’Alessandro e Porta San Lorenzo (também conhecida como Porta Garibaldi). Estas portas são estruturas impressionantes por si só, adornadas com o leão de São Marcos, o símbolo de Veneza.
  4. Conservação: As muralhas têm-se mantido notavelmente bem conservadas ao longo dos séculos. Os seus trabalhos em pedra, baluartes, muralhas e os fossos circundantes ainda podem ser explorados, oferecendo aos visitantes uma ligação tangível ao passado de Bergamo.
  5. Espaço de lazer: Atualmente, a área em redor das Muralhas de Veneza não é apenas um local histórico, mas também um espaço de lazer para os habitantes locais e turistas. Os caminhos pedonais no topo e à volta das muralhas oferecem vistas panorâmicas tanto da Città Alta como da Città Bassa, tornando-a um local popular para caminhadas, piqueniques e passeios de lazer.
  6. Símbolo de Bérgamo: Ao longo do tempo, as muralhas passaram a simbolizar mais do que apenas a defesa; são um testemunho da rica história de Bérgamo, da sua resiliência e da sua evolução de um posto militar estratégico para um vibrante centro cultural.

4. La Rocca: a fortaleza histórica de Bérgamo

La Rocca é uma proeminente fortaleza localizada na Città Alta (Cidade Alta) de Bergamo. Esta estrutura histórica, situada no topo de uma colina, tem desempenhado um papel significativo na defesa e na história da cidade. Ao longo do tempo, foi transformada e adaptada para vários usos, mas a sua essência como símbolo do passado de Bérgamo permanece intacta.

6 1

Aqui tens uma visão geral de La Rocca:

  1. Posição estratégica: A localização elevada de La Rocca proporcionava um ponto de vantagem para a vigilância e defesa de Bergamo, especialmente contra potenciais invasores. A sua posição permitia aos soldados e guardas ter uma visão panorâmica das planícies circundantes e das rotas de aproximação.
  2. Evolução histórica: As origens de La Rocca remontam à época romana, mas sofreu várias modificações e reconstruções durante a Idade Média. Ao longo dos séculos, foi sendo adaptada para satisfazer as necessidades defensivas da cidade.
  3. Influência veneziana: Durante o domínio veneziano no século XVI, a fortaleza foi significativamente ampliada e reforçada, integrando-a no sistema defensivo mais amplo das muralhas venezianas que circundam a Città Alta.
  4. Museu e sítio cultural: Atualmente, La Rocca alberga o Museo delle Storie di Bergamo (Museu das Histórias de Bérgamo). Este museu oferece-te uma visão da história da cidade, da cultura e da evolução dos seus territórios desde os tempos pré-históricos até à era moderna.
  5. Vistas panorâmicas: Para além do seu significado histórico, La Rocca é também um local popular para os turistas devido às vistas deslumbrantes que oferece. A partir das suas muralhas e terraços, é possível admirar um panorama abrangente tanto da Città Bassa (Cidade Baixa) como da paisagem circundante, incluindo os distantes picos alpinos.
  6. Ambiente verde: A área em torno de La Rocca é caracterizada por exuberantes espaços verdes, tornando-a um retiro tranquilo dentro da cidade. É um local perfeito tanto para os entusiastas da história como para aqueles que procuram um refúgio tranquilo com vistas panorâmicas.
5. Jardim Botânico de Bérgamo (Orto Botanico di Bergamo “Lorenzo Rota”)

Aninhado nos limites históricos da Città Alta de Bérgamo, o Orto Botanico di Bergamo “Lorenzo Rota” é um paraíso para os entusiastas das plantas, amantes da natureza e todos os que procuram uma fuga tranquila da azáfama urbana.

Aqui tens uma visão geral desta joia botânica:

  1. Raízes históricas: Fundado em 1972, o jardim é relativamente jovem, mas possui uma coleção significativa de plantas, tanto nativas como exóticas. O seu nome foi dado em honra de Lorenzo Rota, o primeiro diretor do jardim e um notável botânico de Bergamo.
  2. Compacto e diversificado: Espalhado por uma área de aproximadamente um hectare, o jardim pode parecer compacto, mas possui uma rica diversidade de plantas. Os visitantes podem explorar várias secções dedicadas às plantas medicinais, à flora alpina, às plantas aquáticas e muito mais.
  3. Missão educativa: O jardim não serve apenas como um local de beleza e relaxamento, mas também como um centro educativo. O seu objetivo é promover a sensibilização para a diversidade vegetal, a conservação e a importância dos ecossistemas. Organiza regularmente workshops, visitas guiadas e programas educativos, tanto para escolas como para o público em geral.
  4. Esforços de conservação: O Jardim Botânico de Bérgamo está ativamente envolvido na conservação de espécies de plantas ameaçadas de extinção, particularmente as nativas da região de Bérgamo. O jardim serve como um santuário para estas plantas, ajudando na sua preservação para as gerações futuras.
  5. Vistas panorâmicas: Dada a sua localização na Città Alta, o jardim oferece vistas panorâmicas deslumbrantes sobre a Città Bassa e as planícies circundantes. É um local ideal para fotografar ou simplesmente absorver a beleza de Bergamo a partir de um ponto de vista verde.
  6. Destaques sazonais: Ao longo do ano, o jardim passa por várias transformações, com diferentes plantas a florescerem em diferentes estações. A floração da primavera é particularmente encantadora, mas cada estação tem o seu encanto único.
  7. Localização: A proximidade do jardim com outros locais históricos da Città Alta torna-o um complemento perfeito para qualquer itinerário turístico. Depois de explorares as ruas e a arquitetura medieval, o Orto Botanico oferece-te uma pausa tranquila.

Quanto tempo precisas em Bergamo?

Para uma experiência completa, recomenda-se uma viagem de 2 dias. No entanto, mesmo um dia é suficiente para captares a essência do que Bérgamo oferece. Depende dos teus interesses e do teu ritmo.

Dia 1: Explora a Città Alta (Cidade Alta)

Manhã:

  • Piazza Vecchia: Começa o teu dia no coração da Città Alta. Explora a praça, aprecia a arquitetura e talvez desfrutes de um café num dos cafés locais.
  • Campanone (Torre Civica): Sobe a esta torre para teres uma vista panorâmica de Bergamo. Lembra-te que o sino toca 100 vezes às 22h00, um regresso aos antigos toques de recolher.
  • Basílica de Santa Maria Maggiore: Visita esta igreja deslumbrante, conhecida pelas suas intrincadas tapeçarias, incrustações de madeira e frescos.

Almoço: Desfruta de uma refeição num dos restaurantes locais ou trattorias em Città Alta. Prova alguns pratos tradicionais de Bergamo.

Tarde:

  • Rocca di Bergamo: Dirige-te a esta fortaleza para uma viagem à história de Bérgamo e para um outro ponto de vista sobre a cidade.
  • Funicular para San Vigilio: Apanha o funicular de Città Alta para San Vigilio para uma vista elevada da região.
  • Passeia por San Vigilio: Explora os caminhos pitorescos e visita as ruínas do antigo castelo.

À noite:

  • Jantar em Città Alta: Volta para baixo e desfruta de um jantar italiano num dos acolhedores restaurantes de Città Alta.
  • Passeio e Gelato: Depois do jantar, dá um passeio pelas ruas iluminadas e termina a tua noite com um gelato italiano.

Dia 2: Descobre a Città Bassa (Cidade Baixa) e os arredores

Manhã:

  • Sentierone: Começa o teu dia com um passeio ao longo deste famoso passeio, observando a vida local e talvez parando para um cappuccino.
  • Accademia Carrara: Visita esta galeria de arte para veres obras da era do Renascimento, com obras-primas de Botticelli, Rafael e Ticiano.

Almoço: Encontra um bistrô ou café moderno em Città Bassa para uma fusão de sabores italianos tradicionais e contemporâneos.

Tarde:

  • Faz comprasna Via XX Settembre: Passa algum tempo a fazer compras ou a ver as montras nesta rua movimentada, conhecida pelas suas boutiques e lojas.
  • Parco dei Colli di Bergamo: Faz uma pequena viagem a este extenso parque natural para uma pausa refrescante. Desfruta de uma caminhada ligeira ou simplesmente relaxa no meio da natureza.

À noite:

  • Teatro Donizetti: Reserva bilhetes para um espetáculo neste teatro histórico, mergulhando na cena cultural de Bergamo.
  • Jantar em Città Bassa: Explora as delícias culinárias modernas de Bérgamo com um jantar num restaurante da moda em Città Bassa.

Conhece Bérgamo com o Tourgame da Explorial

Para tornar a tua viagem a Bérgamo ainda mais emocionante, a Explorial apresenta um tourgame único de Bérgamo. Mergulha mais fundo nos contos, mistérios e jóias escondidas da cidade com os nossos envolventes Tourgames. Enquanto exploras, não só aprenderás como também te divertirás, tornando a tua visita a Bérgamo inesquecível.


GOSTASTE DESTE ARTIGO SOBRE BÉRGAMO? PINTA-O!

Se achaste este artigo interessante, por favor considera partilhá-lo com os teus amigos. Significará muito para nós! 🙂

Explorar mais dicas de viagem