O legado mouro de Granada, Espanha

Para aqueles que gostam de conhecer a história por detrás de cada cidade, este blogue é para ti!

Para aqueles que gostam de mergulhar na rica história de uma cidade, explorando os seus monumentos antigos, ouvindo histórias do seu passado e compreendendo as influências culturais que a moldaram, este blogpost é para ti! Aqui, olhamos mais de perto para algumas das cidades com maior significado histórico do mundo, cada uma com o seu carácter único e histórias fascinantes para contar. Dos antigos templos de Atenas às ruas coloridas de Marraquexe, dos magníficos palácios de Granada às imponentes pirâmides do Cairo, exploramos a rica tapeçaria da história que teceu estas cidades. Junta-te a nós numa viagem de descoberta enquanto desvendamos os segredos do passado e revelamos os tesouros escondidos que tornam cada uma destas cidades tão especial. Quer sejas um aficionado por história, um abutre da cultura ou simplesmente curioso sobre o mundo que te rodeia, este blogpost é o guia perfeito para algumas das cidades mais cativantes do planeta. Por isso, senta-te, relaxa e deixa-nos levar-te numa viagem através do tempo e do espaço, enquanto exploramos a história por detrás de cada cidade!

Por isso, aqui está tudo o que podes querer saber sobre o legado mouro de Granada:

O legado mouro de Granada, Espanha, refere-se à influência cultural, arquitetónica e histórica dos mouros, que governaram a região durante mais de sete séculos.

No século VIII, os mouros, que eram barbeiros muçulmanos do Norte de África, conquistaram a maior parte da Península Ibérica, incluindo Granada. Estabeleceram uma civilização próspera na Andaluzia que floresceu durante vários séculos, tendo Granada como capital.

petr slovacek X47gHyND cA unsplash scaled

Durante o seu reinado, os mouros construíram magníficos palácios, mesquitas e fortificações, muitos dos quais ainda hoje se mantêm de pé. O mais notável é a Alhambra, um vasto complexo palaciano que serviu de residência aos governantes muçulmanos de Granada. A Alhambra é considerada uma das maiores obras de arquitetura islâmica do mundo, com desenhos intrincados e vistas deslumbrantes sobre a paisagem circundante.

Os mouros também deixaram a sua marca na cultura de Granada, influenciando a língua, a literatura, a música e a gastronomia da cidade. Muitas palavras e frases árabes ainda são usadas no espanhol moderno, e a música tradicional andaluza tem as suas raízes nas tradições mouras.

Em 1492, após um longo período de declínio, as forças cristãs do rei Fernando e da rainha Isabel conquistaram finalmente Granada e puseram fim ao domínio mouro. No entanto, o legado dos mouros continua vivo nas ruas, edifícios e cultura da cidade, fazendo de Granada um destino fascinante para os entusiastas da história e da cultura.

Mais informações sobre o Palácio de Alhambra…

dimitry b uDl5opHop7E unsplash 1 scaled

O Palácio de Alhambra é um vasto complexo palaciano localizado em Granada, Espanha. É uma das atracções mais emblemáticas e visitadas de Espanha e é considerado uma das maiores obras de arquitetura islâmica do mundo. O palácio foi construído durante o reinado da dinastia Nasrida, que governou o Emirado de Granada entre os séculos XIII e XV.

A Alhambra é constituída por vários palácios, pátios, jardins e fortificações, todos rodeados por muros altos e torres. A parte mais famosa do palácio são os Palácios Nasridas, que incluem o Pátio das Murtas, o Pátio dos Leões e o Salão dos Abencerrajes. Estas áreas são famosas pelos seus intrincados trabalhos em estuque, mosaicos de azulejos e elaborada caligrafia islâmica.

Outra área notável de Alhambra são os Jardins do Generalife, que estão situados no topo de uma colina com vista para o complexo do palácio. Os jardins apresentam uma variedade de fontes, piscinas e terraços ajardinados, todos concebidos para criar um oásis de tranquilidade na agitada cidade de Granada.

Ao longo da sua história, o Palácio de Alhambra passou por inúmeras renovações e acrescentos, com cada novo governante a acrescentar o seu toque único ao design do palácio. Hoje, o palácio é Património Mundial da UNESCO e é visitado por milhões de pessoas todos os anos.

Os visitantes da Alhambra podem fazer visitas guiadas, explorar o palácio por conta própria, ou assistir a concertos noturnos ou eventos culturais realizados nos pátios do palácio. Uma visita à Alhambra é obrigatória para qualquer pessoa interessada em história, arquitetura ou arte e cultura islâmicas.

A Catedral de Granada, outro sítio que vale totalmente a pena visitar

A Catedral de Granada, também conhecida como a Catedral da Encarnação, é uma magnífica catedral de estilo renascentista localizada no coração de Granada, Espanha. Foi construída entre os séculos XVI e XVIII no local de uma antiga mesquita, depois de a cidade ter sido conquistada pelos Reis Católicos em 1492.

A catedral foi projectada por vários arquitectos, incluindo Diego de Siloé, Alonso Cano e Gaspar de la Peña. A sua fachada apresenta entalhes e esculturas intrincados, e a sua torre sineira, conhecida como a Giralda, é um marco proeminente na cidade.

No interior, a catedral é igualmente impressionante, com tectos abobadados, retábulos intrincados e uma vasta coleção de obras de arte e artefactos religiosos. Uma das características mais notáveis da catedral é a Capela Real, que alberga os túmulos do rei Fernando e da rainha Isabel, os monarcas católicos que desempenharam um papel importante na história de Espanha.

A catedral também possui várias capelas, cada uma com o seu próprio design e obras de arte únicas, bem como um museu que alberga uma impressionante coleção de pinturas, tapeçarias e outros artefactos históricos.

Os visitantes da Catedral de Granada podem fazer visitas guiadas, assistir à missa ou simplesmente explorar a catedral ao seu próprio ritmo. A catedral está aberta diariamente, com horários diferentes consoante a época do ano, e os bilhetes podem ser comprados online ou na entrada.

El Bañuelo: um lugar com muita influência islâmica

El Bañuelo é um balneário histórico localizado em Granada, Espanha. É um dos exemplos mais bem preservados dos banhos árabes que foram construídos durante o domínio islâmico de Granada. O balneário data do século XI, embora algumas fontes sugiram que poderá ser ainda mais antigo.

O balneário é um exemplo único da arquitetura islâmica, com um desenho que segue a disposição tradicional dos balneários árabes. Apresenta várias salas, incluindo uma sala fria, uma sala quente e uma sala quente, bem como uma série de piscinas e alcovas. A casa de banhos foi originalmente construída para uso exclusivo da elite muçulmana no poder, embora mais tarde tenha sido utilizada pelo público.

El Bañuelo é famoso pelas suas intrincadas decorações, que incluem azulejos ornamentados, esculturas em estuque e trabalhos em gesso. A casa de banhos alberga também uma série de inscrições e desenhos caligráficos, que foram acrescentados por governantes posteriores.

Apesar da sua idade, o balneário está notavelmente bem conservado, com grande parte da sua decoração original ainda intacta. Os visitantes do El Bañuelo podem explorar as várias salas e piscinas, bem como ver exposições que explicam a história e o significado cultural do balneário.

El Bañuelo é um destino obrigatório para qualquer pessoa interessada na arquitetura islâmica ou na história de Granada. Oferece um fascinante vislumbre da vida quotidiana e dos costumes dos residentes muçulmanos da cidade durante o período medieval.

Podes descobrir a beleza de Granada (Alhambra) com a Explorial

Os passeios são concebidos para todas as idades, é uma forma interactiva e envolvente de descobrir a história, a cultura e as jóias escondidas de Granada. Aprenderás factos fascinantes sobre a cidade, resolverás enigmas e, mais importante, divertir-te-ás muito! Estes passeios são perfeitos para famílias, amigos e viajantes individuais que querem explorar a cidade de uma forma única e emocionante.

À medida que segues os passeios, vais explorar Granada. Descobrirás alguns dos marcos mais emblemáticos do bairro, como a Puerta del Vino, o Palácio de Carlos V, a Puerta de la Justicia e muitas outras atracções interessantes do bairro.

Mas os passeios não se limitam a visitas turísticas, pois à medida que percorres as ruas, vais resolvendo enigmas e respondendo a perguntas que te levarão a descobrir jóias escondidas.

Os passeios são autoguiados, pelo que podes começar e acabar ao teu próprio ritmo, podendo também fazer as pausas que quiseres. As visitas foram concebidas para serem concluídas em cerca de 2 horas, mas podes demorar o tempo que quiseres a terminá-las.


GOSTASTE DESTE ARTIGO SOBRE GRANADA? PINTA-O!

Se achaste este artigo interessante, por favor considera partilhá-lo com os teus amigos. Para nós será muito importante 😀

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Explore more travel tips