Nos bastidores: Guia dos Locais de Filmagem de Emily em Paris (Guia de Viagem 2023)

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Índice

“Emily in Paris” é um programa de televisão que oferece um vislumbre da cultura e dos costumes de Paris, França. O programa acompanha a vida de uma jovem mulher chamada Emily que se muda dos Estados Unidos para Paris para trabalhar. À medida que se adapta à vida numa nova cidade, Emily depara-se com uma série de diferenças culturais e tem de aprender a navegar pelas normas sociais e profissionais da sociedade parisiense.

Untitled 27 1
Fonte: netflix.com

Ao longo da série, os espectadores podem ver Emily a explorar a cidade e os seus vários bairros, a experimentar novas comidas e a participar nas tradições locais. O programa também aborda temas como a moda, a arte e a importância da família e da comunidade na cultura parisiense. No geral, “Emily in Paris” oferece uma visão divertida da vida na cidade do amor e dá-te uma ideia da cultura e dos costumes de Paris.

pexels liam gant 1446624

Um dos aspectos mais cativantes da série de sucesso “Emily em Paris” é a sua impressionante representação da própria cidade do amor – Paris. Desde a icónica Torre Eiffel até às encantadoras ruas do bairro de Marais, o programa transporta os telespectadores para alguns dos locais mais bonitos da cidade. Neste post, vamos analisar mais de perto os vários locais de filmagem de “Emily in Paris” e explorar a rica história e o encanto de cada local. Quer sejas fã da série ou apenas queiras visitar virtualmente alguns dos locais mais bonitos de Paris, este artigo é para ti!

Aqui tens alguns dos principais locais onde “Emily em Paris” foi filmada na 3ª temporada:

  1. Jardins das Tuileries
  2. Praça da Concórdia
  3. Piscina Molitor
  4. La Nouvelle Eve
  5. Gare du Nord
  6. Basílica do Sacré-Coeur de Montmartre
  7. “O muro do amor
  8. Museu d’Orsay
  9. Canal Saint-Martin
  10. O Júlio Verne
  11. Museu das Artes Decorativas
  12. Castelo de Montpoupon
  13. Cidade de Gordes no topo da colina
  14. A Orangerie

Explora a cidade de Paris e os locais onde decorreu a terceira temporada de “Emily in Paris

1. Jardins das Tulherias

Os Jardins das Tulherias são um jardim público situado no 1º distrito de Paris. Situa-se entre o Museu do Louvre e a Place de la Concorde, e é um destino popular para turistas e habitantes locais. Os jardins foram criados no século XVI por Catarina de Médicis como os jardins do Palácio das Tulherias, que foi a residência dos reis franceses até à Revolução Francesa. Os jardins apresentam amplos passeios, lagos, fontes e esculturas, e são um local popular para passeios de lazer, piqueniques e eventos ao ar livre. Os Jardins das Tulherias também acolhem uma série de eventos culturais e exposições ao longo do ano, incluindo feiras de arte, concertos e festivais.

2. Praça da Concórdia

A Place de la Concorde é uma grande praça pública situada no extremo leste dos Campos Elísios. É a maior praça de Paris e alberga vários marcos e monumentos importantes, incluindo o Obelisco de Luxor, oferecido a França pelo Vice-Rei do Egipto em 1829, e duas fontes desenhadas pelo arquiteto Jacques Ignace Hittorff. A praça tem uma longa e rica história e tem sido o local de muitos eventos significativos em França, incluindo a execução do Rei Luís XVI durante a Revolução Francesa. Hoje em dia, a Place de la Concorde é um destino turístico popular e é conhecida pela sua beleza e pelos seus marcos icónicos.

3. Piscina Molitor

A Piscine Molitor é um complexo histórico de piscinas em Paris, França, localizado no 16º arrondissement. O complexo foi projetado pelo arquiteto Lucien Pollet e inaugurado em 1929. Recebeu o nome do nadador olímpico francês Jean Taris, que competiu com o nome de “Molitor”. O complexo de piscinas era um destino popular para nadar, apanhar sol e conviver nas décadas de 1930 e 1940, e era visitado por muitas pessoas famosas, incluindo estrelas de cinema e artistas. Na década de 1980, o complexo caiu em desuso e foi fechado ao público. Acabou por ser renovado e reabriu em 2014 como um hotel e spa de luxo. A Piscine Molitor é agora um destino turístico popular, conhecido pelo seu design Art Deco e pelo seu papel na história de Paris.

4. A Nova Véspera

La Nouvelle Eve é um cabaré e sala de música localizado em Paris. O local é conhecido pelos seus espectáculos burlescos e de variedades, e tem uma longa história que remonta ao século XIX. Localizado no 2º arrondissement de Paris, o La Nouvelle Eve é um destino popular para turistas e habitantes locais, e tem sido palco de actuações de muitos artistas famosos ao longo dos anos. O local é conhecido pela sua decoração Art Déco e pelo seu ambiente animado, sendo considerado um ícone da vida nocturna parisiense.

5. Gare du Nord

A Gare du Nord é a estação ferroviária mais movimentada da Europa e é o principal terminal de comboios de e para o norte de França, bem como de comboios internacionais para a Bélgica, Holanda e Alemanha. A Gare du Nord está situada no 10º arrondissement de Paris e é um importante centro de transportes da cidade. É servida por várias linhas de metro, bem como por comboios regionais, autocarros e táxis. A estação é também um destino popular para compras e refeições, com uma série de lojas e restaurantes localizados dentro do terminal. A Gare du Nord é um importante ponto de referência em Paris e um importante centro de viagens na região.

6. A Basílica do Sacré-Coeur de Montmartre

A Basílica do Sacré-Coeur de Montmartre é uma basílica católica romana situada no bairro de Montmartre, em Paris, França. É um importante marco parisiense e é conhecida pela sua distinta cúpula branca e pela sua localização no ponto mais alto da cidade. A basílica foi projectada pelo arquiteto Paul Abadie e foi concluída em 1914. É dedicada ao Sagrado Coração de Jesus e é um destino popular para turistas e peregrinos. A basílica é também um local popular para os turistas visitarem devido às suas vistas panorâmicas da cidade, que podem ser vistas a partir dos degraus e do terraço da basílica. A Basílica do Sacré-Cœur de Montmartre é uma parte bela e emblemática da paisagem parisiense.

7. O mur des je t’aime

“Le mur des je t’aime” (O Muro do Eu Amo-te) é um muro localizado no bairro de Montmartre, em Paris, França. Está coberto de azulejos com as palavras “Amo-te” escritas em centenas de línguas diferentes. O muro foi criado pelo artista Frederic Baron e pela designer de mosaicos Claire Kito como um tributo ao amor e como um símbolo de unidade e aceitação. O muro está situado na Place des Abbesses, em Montmartre, e é um destino popular para turistas e habitantes locais. Os visitantes do muro deixam frequentemente mensagens de amor e afeto, tendo-se tornado um símbolo da reputação romântica da cidade.

suin seong fDxpsxEuNTw unsplash

8. O Museu d’Orsay

O Museu d’Orsay é um museu situado na margem esquerda do rio Sena. Está instalado numa antiga estação ferroviária, a Gare d’Orsay, e é conhecido pela sua coleção de arte francesa do período de 1848 a 1914, incluindo pinturas, esculturas, mobiliário e artes decorativas. A coleção do museu inclui obras de artistas famosos como Edgar Degas, Claude Monet, Pierre-Auguste Renoir e Vincent van Gogh. Para além da sua coleção permanente, o Museu d’Orsay também acolhe exposições temporárias e eventos culturais. O museu é um destino turístico popular e é conhecido pela sua arquitetura impressionante e pela sua rica coleção de arte.

9. Canal Saint-Martin

O Canal Saint-Martin está localizado no 10º e 4º arrondissements da cidade. O canal tem 4,5 quilómetros de comprimento e quatro eclusas. Foi construído no início do século XIX para fornecer água à cidade e melhorar os transportes. Hoje em dia, o canal é um destino popular para turistas e habitantes locais, que gostam de caminhar ou andar de bicicleta ao longo das suas margens arborizadas, visitar os cafés e restaurantes que ladeiam o canal, ou fazer um passeio de barco pelo canal. O Canal Saint-Martin também é conhecido pela sua vibrante vida nocturna e pela sua arte de rua, tendo-se tornado um local popular para os jovens se reunirem.

10. Le Jules Verne

Le Jules Verne é um restaurante com estrela Michelin situado na Torre Eiffel, em Paris, França. O restaurante tem o nome do escritor francês de ficção científica Júlio Verne e é conhecido pela sua cozinha francesa moderna e pelas suas vistas panorâmicas da cidade. O Le Jules Verne está localizado no segundo nível da Torre Eiffel e pode ser acedido por elevador ou subindo as escadas da torre. O restaurante é considerado um dos melhores de Paris e é um destino popular para turistas e apreciadores de comida. É conhecido pela sua experiência gastronómica de alta qualidade e pelas suas vistas deslumbrantes sobre a cidade.

11. O Museu das Artes Decorativas

O Musée des Arts Décoratifs é um museu dedicado à história das artes decorativas e do design. O museu faz parte do complexo do Museu do Louvre e está localizado no Palais du Louvre. A coleção do Musée des Arts Décoratifs inclui uma vasta gama de objectos desde a Idade Média até aos nossos dias, incluindo mobiliário, cerâmica, vidro, têxteis, moda e design gráfico. O museu também acolhe exposições temporárias e eventos relacionados com as artes decorativas e o design. O Musée des Arts Décoratifs é um destino popular para os visitantes interessados na história da arte e do design e é conhecido pela sua coleção abrangente e diversificada.

De Paris à Provença: A fuga de Emily Cooper para o Sul

A Provença é uma região localizada no sudeste de França, conhecida pelo seu clima mediterrânico, belas paisagens e uma rica história e cultura. A região é o lar de uma série de cidades e aldeias encantadoras, cada uma com o seu próprio carácter e atracções únicas. Os visitantes da Provença podem desfrutar de uma variedade de actividades, tais como explorar os muitos castelos e locais históricos da região, visitar os mercados e as lojas de artesanato locais e provar a deliciosa cozinha local, que é influenciada pelos sabores mediterrânicos e provençais da região. A Provença também é conhecida pela sua beleza natural, com as suas colinas ondulantes, campos de lavanda e costas deslumbrantes. Quer te interesses por história, cultura ou pela vida ao ar livre, a Provença tem algo para todos apreciarem.

Dica: Se estás a planear uma viagem a Aix-en-Provence, esta excursão é a forma perfeita de descobrir tudo o que a cidade tem para oferecer.

12. Castelo de Montpoupon

Situado no meio dos castelos históricos do Vale do Loire, o Château de Montpoupon convida-te a experimentar o encanto único de um castelo que tem sido continuamente habitado pela mesma família desde 1857. Explora as salas lindamente decoradas e aprende sobre a rica história do castelo através do Museu Veneur, que apresenta exposições sobre uma variedade de ofícios e tradições relacionadas com a caça. Durante a tua visita, terás a oportunidade de ver a selaria, a sala Hermès e a casa de taxidermia Deyrolle, entre outras exposições originais. Após a visita, passeia tranquilamente pelo passeio florestal do castelo e descobre a diversidade da fauna e da flora da região da Touraine. Não percas esta oportunidade de visitar o Château de Montpoupon e de mergulhar na rica história e cultura do Vale do Loire.

13. Visita a cidade de Gordes, no topo da colina

Gordes é uma comuna do departamento de Vaucluse, na região Provence-Alpes-Côte d’Azur, no sudeste da França. É uma cidade situada no topo de uma colina, no maciço de Luberon, e é conhecida pelas suas vistas deslumbrantes sobre a paisagem circundante e pelas suas ruas e casas pitorescas. Gordes tem uma longa história e tem sido habitada desde os tempos antigos. Foi uma cidade importante na Idade Média e foi o lar de um castelo e de um mosteiro. Hoje em dia, Gordes é um destino popular para os turistas, que vêm explorar os edifícios históricos da cidade, como a Igreja de Notre-Dame de Nazareth e o Château de Gordes, e apreciar a beleza natural da região. Gordes é também conhecida pela sua vibrante cena artística e pelas suas muitas galerias e estúdios de artistas.

14. L’Orangerie

L’Orangerie é um restaurante histórico localizado na pitoresca cidade de La Bastide, que oferece vistas deslumbrantes sobre as colinas ondulantes e o céu azul claro da paisagem circundante. Especializado em sabores locais e delícias gastronómicas autênticas, este restaurante é o local perfeito para jantar enquanto desfruta da beleza natural da região de Luberon. À medida que o sol se põe, observa a paisagem a transformar-se a partir do conforto do teu lugar na grande sala de jantar abobadada, que evoca o esplendor e o requinte do sul de França com os seus materiais luxuosos e artesanato. O chefe de cozinha do L’Orangerie, Yohan Fatela, cria pratos gourmet com os mais frescos ingredientes mediterrânicos e combinações de sabores e texturas habilmente elaboradas.

Em conclusão, os locais de filmagem de Emily em Paris mostram os pontos de referência e os bairros emblemáticos da cidade, proporcionando um vislumbre da beleza e da cultura da cidade. Desde os famosos Jardins das Tulherias e a Place de la Concorde até à moderna Piscine Molitor e La Nouvelle Eve, o programa oferece um festim visual aos telespectadores e serve como uma excelente introdução à cidade para aqueles que nunca lá estiveram. Os vários locais de filmagem também destacam os diversos e vibrantes bairros de Paris, desde o histórico bairro do Marais até ao boémio Montmartre. Quer sejas um fã da série ou apenas queiras explorar a cidade através de uma perspetiva diferente, os locais de filmagem de Emily em Paris merecem definitivamente uma visita.


GOSTASTE DESTE ARTIGO SOBRE O NOSSO GUIA DOS LOCAIS DE FILMAGEM DE EMILY IN PARIS? COLOCA-O NO PIN! Se achaste este artigo sobre o nosso Guia dos locais de filmagem de Emily em Paris interessante, considera partilhá-lo com os teus amigos. Para nós, será muito importante 🙂

Explorar mais dicas de viagem